15 de maio de 2017

3 destinos nada óbvios da Serra Gaúcha

Nada de Gramado, Canela, Cambará do Sul e Bento Gonçalves nesse post.
Aqui vai uma sugestão de cidades para você reforçar sua visita a Serra Gaúcha. Pode ser através de passeios bate e volta ou passando ao menos uma noite nelas:

1. Nova Petrópolis



A colonização alemã trouxe uma refeição idolatrada pela turistada e muito bem explorada pela cidade: o café colonial, encontrado em vários endereços de Nova Petrópolis. A mesa costuma ser um pouco menos farta que os similares de Gramado e Canela, respeitando mais o legítimo café colonial alemão, sem vinho ou aquelas tortas cheias de recheios. O que está bem longe de ser pouca comida, importantíssimo frisar.
Vários programas pelo centrinho servem para fazer a digestão. O mais divertido é, na pracinha central, caminhar até o miolo do Labirinto Verde e depois achar o caminho de volta por entre os arbustos. Mais à frente o Parque Aldeia do Imigrante te faz voltar ao tempo em que os alemães desembarcaram no Brasil – construções em estilo enxaimel reproduzem uma antiga vila de imigrantes. Pela Avenida 15 de Novembro ainda sucedem-se uma série de malharias com preços bem camaradas.

2. São Francisco de Paula


Se você esqueceu seu livro de cabeceira, terá um motivo a mais para conhecer a Livraria Miragem, um incrível case de sucesso da Serra Gaúcha. Construída com material de demolição, seu acervo tem muitos livros sobre a história do estado e uma adorável seção para crianças.
A simpática São Chico está no início do campos do alto da serra, onde a vegetação é mais rasteiro e o mix frio/vento começa a doer nos ossos. Pode ter certeza, que você verá muita gente trajando bota, bombacha e poncho.
Apesar das baixas temperaturas, a trilha do Parque das Oito Cachoeiras é um dos programas mais procurados. Para fazer o percurso inteiro, gasta-se um período, caminhando por trechos bem escorregadios. Porém, a melhor queda – Remanso – está a apenas 20 minutos de caminhada.
Se estiver viajando a dois, a melhor foto para colocar nas suas redes sociais fica no Lago São Bernardo.
3. Antônio Prado

Em 1995 a cidade teve seus cinco minutos de fama ao ter servido de cenário para o filme O Quatrilho, caso raro de longa nacional a concorrer ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Local escolhido a dedo por ser tombado pelo Iphan como o maior conjunto arquitetônico da colonização italiana no Brasil – são 48 edificações no início do século 20, a grande maioria com visita apenas externa. Então, a melhor forma de conhecê-la é calçando um pisante confortável e sair caminhando.
O ponto de partida pode ser a Casa da Neni, que funciona como centro de informações turísticas e venda de artesanato e doces. No percurso, algumas construções modernas tiram um pouco do charme, mas é inegável o belo conjunto de casas, muitas delas com lambrequins. Não deixe de passar na Foto Bernadi e tirar aquelas fotos à moda antiga, no qual você se transformará num colono italiano.

Venham visitar! 

5 comentários:

  1. Adorei o lugar parece ser bem gostoso de se visitar, seguindo o blog lindona, Beijos !

    💻 Blog | Fatos celestial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá gatinha! Muito obrigada por seguir, já estou seguindo de volta! E sim, é maravilhoso, todos os lugares são ótimos! O mais breve possível vou fazer um post da minha viagem pra Gramado :) beijos

      Excluir
  2. Que coisas mais lindas! Apaixonei-me, se um dia for ao Brasil irei visitar esta serra!!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Nem me fale, aqui no Sul tem MUUUUITOS lugares lindos para visitar, eu particularmente gosto muito de Gramado e Nova Petrópolis ♥ aliás, sexta estou indo para Gramado! Obrigada pelo carinho Camila, bjs

      Excluir


Personalizado por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo